terça-feira, 20 de agosto de 2013

Pichadores e revoltam com demora e descaso na saúde Aldeense

Inauguração da UPA já é adiada desde 2011 e agora, pichadores também mostram sua indignação
A fachada da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, foi pichada. Inconformados com a estrutura do local, que já está praticamente pronto e já sofre com o desgaste do tempo, mesmo antes de ser inaugurada. Moradores partiram para o vandalismo para chamar a atenção para a saúde pública no município.

Já são dois anos de espera pelo funcionamento. E pelo menos quatro prazos de inauguração não cumpridos. Desde abril de 2011, a data vem sendo adiada. E para piorar, a UPA foi construída às margens da rodovia Amaral Peixoto, bem perto de uma estação de tratamento de esgoto e de um valão. De acordo com os moradores do local, em alguns dias o cheiro na região fica insuportável.

Segundo o governo do estado, em outubro a UPA começa a funcionar com capacidade para atender cerca de trezentas pessoas por dia. E para isso, os equipamentos, avaliados em R$ 3,9 milhões, deveriam ser entregues até o mês passado.

Vários materiais já foram roubados, até um vaso sanitário. A ferrugem tomou conta da estrutura e as teias de aranha estão por todo lado. Não há indícios de operários trabalhando no local. A sujeira e o papelão no chão dão a entender que há pessoas frequentando a construção.

A prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que a administração da UPA vai ficar a cargo do governo estadual. O estado confirma essa informação e diz que a inauguração vai ser em outubro. Já a secretaria estadual de Saúde garante que a localização atual da UPA já foi avaliada e aprovada pela Vigilância Sanitária. A Prolagos alega que, na região da UPA, lança esgoto tratado dentro de padrões de tratamento exigidos pelas legislações estadual e federal e que tudo é fiscalizado pelos órgãos competentes.

Créditos ao G1

0 comentários:

Postar um comentário