População aldeense entra na onda de protestos e tomam ruas do centro de São Pedro da Aldeia nesta segunda-feira (24/06)

Segundo dados da Polícia Militar, mais de mil manifestantes marcaram presença no protesto em São Pedro da Aldeia.
foto: Raquel/Arquivo Pessoal

Apesar do aumento da passagem intermunicipal ter sido há mais de 5 meses atrás, os protestos por todo o país motivaram a população aldeense que foi as ruas na tarde desta segunda-feira (24/06) para mostrar sua insatisfação com o poder público em todas as suas esferas e também abordando o tema transporte público. Houve bloqueio de vias por longos minutos incluindo ruas do centro e também da rodovia RJ-140 que liga a cidade a Cabo Frio, Arraial do Cabo e Búzios. 

Banco do Brasil no centro da cidade
colocou tapumes para proteger os vidros.
foto: Pedro Campos / Arquivo Pessoal
Concentração começou às 17h na Praça Dr. Plínio de Assis Tavares no centro da cidade. Enquanto chegavam manifestantes e ocorriam confecção de cartazes, o comércio fechava as portas. Alguns estabelecimentos comerciais se protegeram a fim de evitar danos decorrentes de possíveis conflitos como o Banco do Brasil que colocou tapumes nos vidros de sua fachada.

Centenas de pessoas, incluindo deficientes físicos, idosos e crianças, percorreram ruas do centro e foram até o quarteirão administrativo de São pedro da Aldeia onde se localizam a Prefeitura Municipal, a Câmara dos vereadores e o Fórum. Vários guardas municipais e policiais militares guarneceram o prédio da Prefeitura. Ao chegar na Câmara Municipal, todos cantaram o hino nacional brasileiro

Entre cartazes, estavam temas como a "cura gay" proposta pelo pastor Marcos Feliciano e aprovada na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados do governo federal, a UPA da cidade que está há mais de 2 anos atrasada e sem previsão de entrega, palavras contra o monopólio da empresa responsável pelo transporte público na Região dos Lagos, contra a PEC 37 que restringe o Ministério Público a não realizar investigações. Também houve cobrança da passagem a 1 real prometida no plano de governo do atual prefeito, Cláudio Chumbinho.

Policiais e guardas municipais guarneceram
a Prefeitura Municipal.
foto: Janice Chaves/Arquivo Pessoal
Por volta das 18h30, manifestantes sentaram no meio da rodovia em frente ao terminal Rodoviário Prefeito Hermínio Sampaio e próximo ao posto Buriti, onde muitos deitaram na rodovia, fechando os dois sentidos da RJ 140. Apenas veículos de emergência, como ambulâncias, podiam passar. A Polícia Militar agiu tentando retirar as pessoas da rodovia para liberar o trânsito e chegou reforços mas não houve sucesso. 

Por volta das 19h25, após tentativa de negociação da PM sem sucesso, a tropa de choque chega ao bloqueio feito pelos manifestantes. População não cedeu e gritou "sem violência", tropa de choque não foi usada.

Às 20h06, segundo algumas pessoas presentes, a polícia entrou em conflito com manifestantes na altura do viaduto que liga São Pedro da Aldeia a Rio das Ostras, Macaé e Campos, um dos principais caminhos de acesso a essas cidades, para liberar a via usou bombas de gás lacrimogênio e de efeito moral. Todas  as faixas foram liberadas com presença ainda forte da PM, tanto na RJ 106 quanto na 140. Por volta das 20h36 toda a manifestação já estava dispersa.

Manifestantes bloquearam viaduto que liga São Pedro da Aldeia até Rio das Ostras, Macaé e Campos na RJ 106.
foto: Lucas Rezende/Arquivo pessoal

Manifestantes ironizaram a quantidade de polícia presente no protesto e a falta dela no dia a dia pela cidade. Segundo dados da Polícia Militar, mais de 2 mil manifestantes compareceram, a maior manifestação da história de São Pedro da Aldeia, e 180 policias foram escalados para acompanhar o protesto.

Créditos ao Diário Aldeense
População aldeense entra na onda de protestos e tomam ruas do centro de São Pedro da Aldeia nesta segunda-feira (24/06) População aldeense entra na onda de protestos e tomam ruas do centro de São Pedro da Aldeia nesta segunda-feira (24/06) Reviewed by Higor Soares on 20:39 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.