Exposição sobre São Pedro da Aldeia termina no próximo domingo na Casa da Cultura

Exposição "Um olhar sobre São Pedro da Aldeia", do artista Édson Santos, vai até este domingo (30/06) na Casa de Cultura. Foto: Luana

Termina no próximo domingo (30) a exposição “Um olhar sobre São Pedro da Aldeia”, que desde o dia 16 de maio acontece na Casa da Cultura. A exposição traz o trabalho de três artistas plásticos aldeenses, que através de técnicas diferenciadas transferiram para as telas as belezas de São Pedro da Aldeia. Édson Santos, Diângelo e Flávio Rangel Santos assinam as obras.

Édson Santos tem 57 anos. Há trinta e cinco ele exerce a arte pintar. Para ele a arte está no sangue da família. O pai, seu Altamir era músico. Nascido e criado no bairro Boqueirão, o artista que já pintou mais de mil e quinhentos quadros diz que nunca estudou, mas tem uma filosofia sobre o trabalho que faz: “Eu não sou um bom pintor, eu tenho alma de pintor”, afirma Edson. Com a técnica de óleo sobre tela o artista aldeense tem quadros espalhados mundo afora. Cerca de 30 obras já foram exportadas para a Europa e Estados Unidos da América. Na exposição da Casa da Cultura ele destaca as salinas e os pescadores de São Pedro da Aldeia, com cores vivas e traços perfeitos, Édson imortalizou na tela imagens que guarda na memória desde a infância.

O artista Carlos Diângelo nasceu em Cabo Frio, mas se considera aldeense porque foi aqui que morou desde criança. Aos 32 anos Diângelo diz que a exuberância da natureza e o bem estar são sua fonte de inspiração. Desde 2004 ele vive exclusivamente da arte, além de pintar Diângelo tem o próprio atelier onde ensina pintura e desenho para futuros artistas. Com a técnica de óleo sobre tela o artista pretende fazer com que a população enxergue o que está além das telas: “É preciso ver com os olhos da alma”, diz ele. Ele também tem diversos quadros no exterior.

Flávio Rangel nasceu no Porto da Aldeia há 49 anos. Foi na escola que ele descobriu o dom de desenhar e pintar. Incentivado pelos professores Flavio comprou livros e começou a estudar por conta própria. Filho de pescador e sem condições de sair da cidade para estudar Flávio é autodidata e vê na própria cidade, no povo e na lagoa os motivos da sua inspiração. Flávio já assinou muitas obras que foram vendidas para fora do país: Itália e Estados Unidos da América. Com a mistura de nuance de cores, ele pinta retratos e paisagens. Flávio Rangel ganhou fama por causa dos tapetes de sal. Ele representou a cidade de São Pedro da Aldeia no concurso de tapete de sal da Costa do Sol promovido pela TurisRio e das oito edições que participou Flávio foi o primeiro colocado em seis. Na Casa da Cultura ele expõe vários trabalhos, entre eles, a Casa da Flor pintada em acrílico sobre tela.

A exposição pode ser visitada até o próximo domingo (30), das 8h às 17h. A Casa da Cultura fica na Avenida Francisco Coelho Pereira, 255 Centro. A entrada é franca.

Créditos à ascom PMSPA
Exposição sobre São Pedro da Aldeia termina no próximo domingo na Casa da Cultura Exposição sobre São Pedro da Aldeia termina no próximo domingo na Casa da Cultura Reviewed by Higor Soares on 19:39 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.