Vítima de chacina na Vila Valqueire morava em São Pedro da Aldeia e veio ao Rio ver a mãe

Jovem Aldeense morreu aos 20 anos na chacina. Foto: Reprodução Facebook
Apesar de jovem, Pablo Gama, de 20 anos, já era responsável por uma família. Casado há três anos com a dona de casa Thayná Sueth, de 22 anos, com quem teve um filho, ele trabalhava como eletricista e pedreiro na cidade onde nasceu, São Pedro da Aldeia.

- Ele era muito família. Ele disse que ia ao Rio ajudar a irmã a reaver um dinheiro e na volta ia passar na casa da minha mãe para ver o que seria preciso para uma obra - disse Thayna durante o velório do marido.

Nos tempos livres, Pablo costumava jogar bola com o filho, o Kayke, de um ano e meio de idade. Um dos primeiros presentes que deu para o filho foi uma camisa do Fluminense. Clube para o qual torcia e que marcou o seu enterro, depois que uma bandeira foi usada para cobrir o caixão.

- Ele não tinha problemas e com ele não tinha tempo ruim. Se dava com todo mundo e era extrovertido à beça. Meu sobrinho vai fazer falta. Muita falta. Um rapaz bom, que sempre soube ficar afastado do que não presta - resumiu o motorista Wilson Ferreira, de 37 anos.


Créditos ao Extra
Vítima de chacina na Vila Valqueire morava em São Pedro da Aldeia e veio ao Rio ver a mãe Vítima de chacina na Vila Valqueire morava em São Pedro da Aldeia e veio ao Rio ver a mãe Reviewed by Higor Soares on 19:18 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.