quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Câmara Municipal de São Pedro da Aldeia é solicitada a não aumentar salário de Prefeito e Vice

Em tramitação na Câmara dos Vereadores de São Pedro da Aldeia, está o projeto de aumento salarial para os cargos de Prefeito e Vice-Prefeito da cidade.  O município que está à beira do colapso financeiro devido á péssima e ignorante gestão dos recursos municipais, chegou a ter iluminação de prédios públicos cortada devido inadimplência, está claramente impossibilitado de aumentar, e sim com necessidades de abaixar salários.

Como muitos aldeense não sabem do assunto ou não se manifestam, o novo prefeito eleito de São Pedro da Aldeia, Cláudio Chumbinho, resolveu interferir na situação em um ato simbólico. Ele mandou um documento no dia 12/11 à Câmara Municipal solicitando que a matéria de reajuste salarial não fosse colocada em pauta para votação e encaminhou o pedido ao Presidente da Câmara, Agnaldo Sodré. 

“Atualmente a cidade conta com dívidas elevadas, déficits gigantescos, pagamentos dos servidores em atraso, além do não cumprimento de mandatos judiciais na área da saúde. Precisamos primeiramente organizar a casa. Não é o momento de reajuste salarial para o Prefeito e Vice-prefeito. Não acho justo”, disse Chumbinho.

A princípio, essa é uma medida válida contudo paliativa. A matéria não deve ser colocada em pauta para votação nesse momento, porém depois ela voltará em questão e a população deve lutar para que não seja concedido nenhum aumento ao poder executivo e/ou legislativo municipal. 

Isso se dá por que o município tem muitas outras questões urgentes e que demandam investimento.O dinheiro escasso da arrecadação municipal deve ser direcionado para áreas mais úteis à população do que aumento salarial dos governantes, como limpeza urbana, aumento salarial dos profissionais da educação, melhoria em escolas, saúde, infra-estrutura urbana, cultura...

Documento enviado por Cláudio Chumbinho à CÂmara Municipal
Créditos ao Diário Aldeense

0 comentários:

Postar um comentário